A financeirização como forma de biopoder